AUSTRALIAN OPENO mundo Rolex

Por ser o primeiro Grand Slam® do ano, o Australian Open ocupa um lugar muito especial no calendário do tênis. Durante cerca de quatro décadas, a Rolex sempre manteve uma relação privilegiada com a Austrália e decidiu apoiar o país nestes tempos difíceis. Em homenagem a este relacionamento de longa data, e com espírito de solidariedade, a Rolex tem contribuído para o combate aos incêndios florestais e para trazer alívio aos envolvidos.

O Australian Open reúne os principais jogadores do mundo e os talentos emergentes do tênis em Melbourne. Inspirados pelas lendas do passado e da atualidade, os adversários ultrapassam os limites enquanto se esforçam para iniciar a temporada com sucesso.

rolex_and_tennis_australian_open_2020_tvc_0001.mp4

Roger Federer

Roger Federer venceu seis vezes na Rod Laver Arena, a quadra central que foi batizada com o nome do lendário jogador australiano que venceu o título nacional três vezes e também inspirou gerações de jogadores em sua busca pela melhoria e excelência contínua. Por duas décadas, o mestre suíço encantou multidões com sua elegância e precisão técnica, estabelecendo uma referência para as futuras gerações de jogadores graças à sua excelência e seu espírito esportivo infalível.

Descubra mais
Boleiro correndo na quadra do Australian Open

Stéfanos Tsitsipás

O Australian Open faz parte da carreira promissora de Stéfanos Tsitsipás. Em 2019, com apenas 20 anos, ele chegou às semi-finais, derrotando seu ídolo Roger Federer durante a quarta rodada. Seis semanas depois, ele entrou para o top 10 mundial, tornando-se o jogador grego com a melhor classificação da história. Ele também encerrou a temporada com êxito, ao vencer o Nitto ATP Finals, o maior título de sua carreira até hoje. Tsitsipás faz parte de um grupo de jovens campeões que buscam constantemente melhorar seu jogo, seguindo o legado de excelência deixado pelos lendários tenistas das gerações anteriores.

Li Na

Há duas décadas, a chinesa Li Na é uma pioneira do tênis na Ásia. Mesmo depois de ter se aposentado, ela continua a inspirar a próxima geração de campeões do seu país. Sua carreira incluiu dois títulos de simples do Grand Slam®: o Roland-Garros em 2011 e o Australian Open em 2014, no qual ela foi finalista em 2011 e 2013. Dentre suas inúmeras conquistas, Na venceu nove títulos de simples no WTA Tour e foi classificada como n° 1 do ranking mundial. Em 2019, ela se tornou a primeira asiática a entrar para o International Tennis Hall of Fame.

Caroline Wozniacki

Para Caroline Wozniacki, Melbourne é um lugar especial. Foi nesta cidade, no Australian Open de 2018, que ela ganhou seu primeiro título de Grand Slam®. Melbourne também marca o fim da premiada carreira da tenista, que se aposentará logo após a edição de 2020 do torneio. A excelência da dinamarquesa inspirou jovens tenistas por mais de uma década. A carreira da tenista bicampeã do US Open passou por uma reviravolta com a vitória do WTA Finals 2017 e do Australian Open na Rod Laver Arena em 2018. Sua dedicação permitiu que ela recuperasse a posição de n° 1 no ranking mundial que possuía no final de 2010 e 2011.

Boleiro correndo na quadra do Australian Open

Datejust 41

O Rolex Datejust é o relógio moderno de referência, graças à sua estética atemporal e à sua confiabilidade. Este relógio dinâmico e imediatamente reconhecível transmite o espírito do Australian Open, torneio que marca o início de uma nova temporada do tênis.

Boleiro correndo na quadra do Australian Open