MOSTRADORES INÉDITOS COM ESTÉTICA SEM IGUAL

Concentrado de energia

A Rolex apresenta suas mais recentes criações, frutos de seu know-how único.

Entre elas, destacam-se as novas modalidades dos relógios Datejust 36 e Cosmograph Daytona, cujos mostradores se distinguem por seu refinamento e sua originalidade.

O mostrador é, por assim dizer, o rosto do relógio. Na Rolex, ele é também um concentrado de energia, que ganha vida assim que a luz o revela.

Os novos mostradores do Datejust 36 e do Cosmograph Daytona são depositários, além disso, de outras fontes de energia — únicas, ancestrais. Uma delas se cristalizou nas profundezas da Terra. A outra veio dos confins do sistema solar. É essa vibração elementar que anima os mostradores da Rolex, graças à experiência e ao know-how de seus artesãos.

Os novos mostradores dos Oyster Perpetual Datejust 36 ostentam um motivo de palmeiras, inspirado nas florestas tropicais, ou um motivo canelado, retomando uma verdadeira assinatura estética da Rolex. Dourado, prateado ou verde-oliva, eles são obtidos a partir de materiais provenientes das mais antigas eras — como o cobre, o zinco, o níquel, o cromo, o titânio e o silício —, e graças a técnicas de ponta que lhes conferem tonalidades metálicas intensas e profundas.

Os novos Oyster Perpetual Cosmograph Daytona estão disponíveis em ouro amarelo, ouro branco e Everose 18 quilates. Seus mostradores em meteorito guardam a memória de uma energia que atravessou o tempo e o espaço. Esse material apresenta padrões que se formaram ao longo de milhões de anos, durante o processo de resfriamento do núcleo derretido de um asteroide que viajou através do cosmos.

A Rolex escolhe o meteorito metálico de acordo com critérios estéticos muito rigorosos. Cada fragmento possui uma estrutura interna inimitável, o que faz de cada Cosmograph Daytona com mostrador em meteorito uma peça absolutamente única. 

Descubra muito mais

Compartilhe esta página