Atualização do navegador necessária

Bem-vindo(a) ao site rolex.com. A fim de lhe proporcionar a melhor experiência possível no site rolex.com, é necessário que o seu navegador seja atualizado. Por favor, utilize a versão mais recente disponível para navegar em nosso site.

Siga a Rolex no WeChat por meio da leitura do código QR.

Nico Rosberg

Todo Rolex conta uma história

Ao vencer o campeonato mundial de Fórmula 1®, Nico Rosberg seguiu os passos do seu pai, Keke. Quando criança, lhe disseram que, para deixar um importante legado para o automobilismo, era preciso vencer o Grande Prêmio de Mônaco e conquistar o título de campeão de F1®. Rosberg alcançou esses dois feitos. Ele recorda a emoção que sentiu em 2013, ao se deparar pela primeira vez com a bandeira quadriculada em Mônaco, trinta anos após seu pai. Seu Rolex o lembra constantemente da realização de um dos seus maiores sonhos.

Every Rolex Tells a Story — Nico Rosberg

“Um dia, quando voltava para casa após uma corrida, meu pai me disse: ‘Nico, se você quer deixar um importante legado para o automobilismo, há duas coisas que você tem que conquistar: o Grande Prêmio de Mônaco e o campeonato mundial’.”

Comecei a praticar kart aos quatro anos. Era um carro de dois lugares, então meu pai acelerava e freava, e eu controlava a direção. Meu pai foi uma grande inspiração, pois cresci o vendo correr. Era tudo tão marcante: os carros, a atmosfera, a adrenalina, o aplauso dos fãs, as disputas, a tecnologia, a vitória…

Um dia, quando voltava para casa após uma corrida, meu pai me disse: “Nico, se você quer deixar um importante legado para o automobilismo, há duas coisas que você tem que conquistar: o Grande Prêmio de Mônaco e o campeonato mundial.”

“Cruzar a linha de chegada e vencer o Grande Prêmio de Mônaco naquele ano foi uma das experiências mais emocionantes da minha vida.”

Ser filho de um campeão mundial de Fórmula 1® tornou algumas coisas mais fáceis mas, ao mesmo tempo, outras eram mais difíceis, pois era alvo de muita atenção quando ainda era criança. Nunca achei que tivesse nascido para as corridas. Minha autoconfiança nunca foi das melhores. Porém, quando penso nisso hoje, vejo que foi bom, pois me deu motivação para dar o melhor de mim.

O ano de 2013 foi fantástico para a nossa equipe. Comecei a obter pole positions e conquistar alguns lugares no pódio mas, ainda assim, não acreditávamos que fosse possível vencer em Mônaco. Entretanto, eu estava no auge do meu desempenho.

Cruzar a linha de chegada e vencer o Grande Prêmio de Mônaco naquele ano foi uma das experiências mais emocionantes da minha vida. Eu me lembro de gritar bem alto, enlouquecido no carro. Falava com a equipe por rádio e gritava “Conseguimos!”. O fato de tudo ter acontecido ao mesmo tempo e de poder compartilhar com minha família e amigos que estavam lá me assistindo, tornou tudo muito mais importante. Venci o Grande Prêmio de Mônaco exatamente trinta anos depois do meu pai. Tenho muito orgulho do que ele conquistou.

Comprei este relógio na segunda-feira após a corrida. Em maio de 2013, decidi dar um Daytona em ouro rosa como presente de casamento para minha esposa. Mas a preparação para o Grande Prêmio de Mônaco foi tão intensa que decidi comprar o relógio somente depois da corrida… Mal sabia que iria vencer. Então, num dia mais calmo, saí de casa e fui a uma boutique Rolex.

O relógio de Paul Cayard

“Este relógio representa a fase grandiosa que vivi no Grande Prêmio de Mônaco. Este foi o início, a primeira das três vitórias, algo que considero uma das maiores conquistas de toda a minha carreira.”

Cheguei à loja com o objetivo de comprar um Daytona para minha esposa mas olhei à direita e vi um Submariner verde, o modelo que sempre admirei. Olhei de novo e, naquele momento, pensei: “Nico, você acaba de realizar um dos seus maiores sonhos: vencer a corrida de Mônaco. É hora de se recompensar com um presente maravilhoso”. Então comprei os dois relógios.

Sou uma pessoa muito tradicional e aquela foi uma ocasião rara. Este é o único relógio que comprei para mim e provavelmente não comprarei outro. Foi realmente um momento único. Este relógio representa a fase grandiosa que vivi no Grande Prêmio de Mônaco. Este foi o início, a primeira das três vitórias, algo que considero uma das maiores conquistas de toda a minha carreira, uma parte extremamente importante do meu legado para a Fórmula 1®.