Arte Relojoeira Rolex

Uma tradição clássica

CAIXA OYSTER

Símbolo de impermeabilidade

A caixa Oyster constitui um marco fundamental na história da indústria relojoeira contemporânea. Desenvolvida pela Rolex em 1926, ela foi a primeira caixa impermeável do mundo em um relógio de pulso, graças ao seu engenhoso e patenteado sistema de luneta, fundo e coroa rosqueados na carrura. Símbolo de impermeabilidade e robustez, padrão de elegância com suas medidas perfeitas, a caixa Oyster associa harmoniosamente forma e funcionalidade, seja em aço 904L, ouro 18 quilates ou platina 950.

Caixa Oyster
Relógios impermeáveis

A FORÇA
DE UM CONCEITO

Caixa Oyster

Graças à arquitetura hermética de sua caixa, atualmente todos os relógios Oyster têm impermeabilidade garantida até pelo menos 100 metros de profundidade. No caso do Rolex Deepsea, modelo destinado a mergulhadores de grandes profundidades, a garantia é ampliada para 3.900 metros.

CARRURA, PEÇA MESTRA DA SOLIDEZ
A parte central da caixa Oyster, chamada carrura, é estampada e usinada a partir de um bloco maciço de aço 904L, ouro 18 quilates ou platina. Extremamente robusta, ela constitui a base na qual todas as demais peças da caixa são firmemente fixadas. Alguns modelos Profissionais apresentam um protetor de coroa na lateral. Os ressaltos desse protetor são parte integrante do mesmo bloco de aço em que a carrura é estampada.

FUNDO ROSQUEADO, CANELURAS ROLEX
O fundo da caixa Oyster é hermeticamente rosqueado na carrura. As caneluras características do fundo das caixas Rolex, um legado do modelo Oyster de 1926, funcionam como suporte para uma ferramenta especialmente desenvolvida para os relojoeiros autorizados Rolex, pois somente eles têm acesso ao mecanismo.

COROA ROSQUEADA

Os louros do sucesso

A coroa dos relógios Rolex, pequena obra-prima de apurada expertise técnica composta por aproximadamente dez peças, é hermeticamente rosqueada à caixa do relógio. Foi a Rolex que, pela primeira vez na história da relojoaria, forjou uma coroa à prova d'água, oferecendo uma interface segura entre o universo protegido e isolado em que gravita o mecanismo e os elementos externos que ameaçam sua integridade.

As coroas rosqueadas Twinlock e Triplock da Rolex são equipadas com sistemas de dupla ou tripla estanqueidade, garantindo um nível de impermeabilidade equivalente ao da escotilha de um submarino

Coroa rosqueada Rolex
Caixa Oyster
Lente Cyclops
len • te • cy • clops
  1. Lente de aumento patenteada pela Rolex em 1953 para ampliar a emblemática data do Datejust.
  2. Nome inspirado no gigante de um olho só da mitologia grega.
  3. Atributo característico dos relógios Rolex, facilmente reco­nhecível mesmo à distância.
  4. Produzida com a mesma safira à prova de arranhões que compõe o vidro ao qual é afixada.
  5. Revestida com dupla camada an­tirreflexo para garantir a mais nítida legibilidade da data.
  6. O verdadeiro espírito Rolex.

LUNETA

Forma e função

Na Rolex, forma e função estão frequentemente relacionadas. A luneta é o verdadeiro resultado dessa fusão, um componente essencial na forte identidade visual dos relógios Oyster. As lunetas possuem uma grande variedade de formas – podem ser fixas ou giratórias – e foram introduzidas ao longo dos anos, oferecendo novas funções de acordo com o tipo de relógio: tempo de mergulho, segundo fuso horário, exibição 24 horas, escala taquimétrica, etc.

Luneta Rolex
Luneta canelada

LUNETA CANELADA

Símbolo inconfundível da Rolex

No início, as caneluras da luneta Oyster tinham uma função utilitária: rosquear a luneta à caixa, contribuindo para a impermeabilidade do relógio. Essas caneluras eram idênticas às caneluras do fundo do relógio, que, também para garantir impermeabilidade, era rosqueado à caixa com o auxílio de ferramentas especialmente desenvolvidas pela Rolex. As caneluras, com o tempo, se tornaram um elemento estético, símbolo inconfundível da Rolex. Hoje, a luneta canelada é a marca de modelos exclusivos, disponíveis apenas em ouro.

Descubra muito mais

Gostaria de saber mais sobre a Rolex?