Arte Relojoeira Rolex

Uma tradição clássica

MOSTRADORES

As várias faces do relógio

O mostrador dá ao relógio seu visual e identidade. Ele também exibe as funções – horas, minutos, segundos, data e outras indicações de tempo. Interface entre o usuário e o mecanismo mecânico do relógio, o mostrador reúne todas as informações fornecidas pelos ponteiros e diferentes aberturas em um pequeno espaço, respeitando os critérios rigorosos de estética e legibilidade.

A criação de um mostrador é um verdadeiro métier d’art, a somatória de uma série de habilidades que exigem grande talento artístico e o uso de tecnologias de ponta. São raras as empresas relojoeiras, que assim como a Rolex, possuem o domínio completo de todos os aspectos da criação do mostrador, do design à produção.

MADREPÉROLA

MADREPÉROLA

Um fascinante caleidoscópio

A madrepérola, por sua própria natureza, é plena de mistério e surpresas. Em função de sua origem, ela pode ser rosa, branca, preta ou amarela. Além disso, segundo a parte da ostra da qual é extraída, a madrepérola pode apresentar variações na estrutura e na intensidade da cor. Conforme a luz que incide sobre ela, sua superfície pode lembrar nuvens de tempestade, uma noite clara de luar ou reflexos iridescentes sobre a água.

Em seus relógios, a Rolex nunca utiliza madrepérola tonalizada por métodos artificiais. Porém, é realizado um vasto trabalho que mobiliza competências especializadas, a fim de realçar sua beleza natural e preservar os reflexos originais. Cada mostrador em madrepérola é uma peça exclusiva. Portanto, é impossível encontrar dois relógios com mostradores idênticos.

Alguns parecerão refletir o momento em que um raio irrompe numa violenta tempestade, outros evocarão nuvens transformadas nas ondas de um impressionante maremoto.

Mostrador Rolex
mos • tra • dor
  1. Identidade de cada relógio Rolex e principal responsável por sua indivi­dualidade e legibilidade.
  2. Caracterizado por marcadores de hora moldados em ouro 18 quilates para evitar a descoloração.
  3. Apresenta milhares de variações de cores, texturas e temas exclusivos da Rolex.
  4. Projetado e fabricado inter­namente, em grande parte à mão, para garantir a impecabilidade do resultado.
  5. Onde a inigualável dedicação ao ofício po­de ser vista em sua plenitude.
  6. O verdadeiro espírito Rolex.

APLIQUES

As expressivas características da face

A coroa Rolex às 12 horas, numerais arábicos ou romanos, marcadores de horas clássicos Profissionais em formas geométricas ou cravejados de deslumbrantes pedras preciosas – se o mostrador representa a face do relógio, os apliques dão profundidade a sua personalidade.

A HORA DO CHÁ
NOS TEMPOS ROMANOS

Você sabia?

Muito sobre a identidade de um relógio pode ser atribuída aos detalhes de seu mostrador: cores, pedras, marcadores de horas, numerais – arábicos ou romanos. Todos eles muito familiares. Porém, quantas pessoas reconhecem um detalhe especial dos apliques de numerais romanos de um mostrador Rolex?

O uso do IIII ao invés do IV é conhecido como o “quatro do relojoeiro” e não há uma razão específica que explique tal uso. Uma coisa é certa: tal convenção está longe de ser recente. O IIII era utilizado pelos antigos egípcios, gregos e posteriormente pelos etruscos, antes de ser adotado pelos romanos.

Foi apenas no final da Idade Média que o IV passou a ser usado - quando os primeiros relógios mecânicos foram criados, entre os séculos XIII e XIV, o IIII era ainda utilizado. Essa tradição permanece até os dias de hoje e é frequentemente associada ao maravilhoso equilíbrio que proporciona ao mostrador. Afinal, poderia a modernidade interferir na perfeição?

Descubra muito mais

Gostaria de saber mais sobre a Rolex?